Essa é uma dúvida frequente que sempre recebo aqui: “– Vale a pena alugar carro na Rota das Emoções?“. Minha resposta é sempre a mesma: “– Depende“. Depende do que você quer ver e fazer no roteiro. Depende dos lugares que você quer acessar, pois apenas carros de agência tem autorização para entrar em certos lugares. Enfim, tem que ser avaliado direitinho.

Na grande maioria das vezes as pesas optam pelo aluguel de carro na Rota das Emoções para economizar com os transfers entre as cidades. De qualquer forma tem transfers pelo asfalto (mais baratos, rápidos e sem passeios) e transfers pelas praias (mais longos, feitos sem pressa, passeando e parando nos lugares para curtir o dia todo).


Contratar transfer OU alugar um carro?

Minha dica é: se você fechar um pacote pela Rota das Emoções com agência de viagem, recomendo que inclua os transfers no pacote e nem se preocupe com isso. Desta forma você será guiado por motoristas especializados, que vão saber os caminhos certos, usarão veículos 4×4 preparados para enfrentar as aventuras que surgirem, e você só vai se preocupar em curtir a paisagem e aproveitar a viagem.

Muitas estradas na região são de terra ou areia, e nesses casos a gente sabe que não há como prever as condições da estrada. Alguns trechos estão bem ruins mesmo. Nos trechos de asfalto nem sempre irá encontrar um tapete, mas sim muitos buracos na estrada (Ex: no trecho entre Tutóia e Parnaíba, boa parte da estrada estava em péssimas condições).

Contar com motorista especializado que já conhece todas as curvas das estradas e o carro que está guiando, ajuda muito para fazer a Rota das Emoções sem ser por conta própria. Mas para quem não abre mão da liberdade, é possível alugar um carro em Fortaleza ou São Luís, e fazer boa parte dos deslocamentos por conta própria, sim.

É preciso ser um carro 4×4?

Considere que, se o carro não for 4×4, muitas vezes você vai precisar fazer um caminho muito mais longo que o utilizado pelas agências, mas isso não quer dizer que é impossível. Em alguns trechos, no entanto, só é permitido o acesso de veículos 4×4 autorizados, como no Parque dos Lençóis Maranhenses e em Jericoacoara.

Esses são apenas alguns casos onde você vai precisar contratar o serviço de transfer com terceiros e deixar seu carro alugado parado até o fim do passeio, só gerando custos extras. Isso precisa ser avaliado com cuidado caso você considere fazer a Rota das Emoções por conta própria.

Taxas extras, seguro e multas

Uma coisa importante a considerar para quem vai alugar um carro para fazer a Rota das Emoções é que você vai pegar o carro em um estado/cidade (ex: Fortaleza) e devolver em outro (Ex: São Luís). Isso, em geral, deixa o aluguel muito mais caro, pois é preciso pagar a taxa de retorno onde eles enviam de volta em caminhões-cegonha.

Outra coisa é que as locadoras de veículos, em contrato, proíbem que você coloque o carro em trajeto de dunas/areia e praia. Além de perigoso, no caso de qualquer incidente com o carro, você não estará coberto pelo seguro porque você fez mau uso do veículo. Prepare-se para as altas multas.

Mapa completo da Rota das Emoções

No Mapa da Rota das Emoções abaixo você verá o roteiro que o Google traçou quando eu fui inserindo os destinos, ou seja, são os trechos de estrada onde carros normais passam. Como nas minhas expedições usamos carros 4×4 credenciados, temos a autorização para trafegar por trechos offroad. Isso inclui áreas de praias, dunas e locais que são impossíveis de chegar com carros de passeio.

Inclusive se você planeja fazer a Rota das Emoções por conta própria (para isso alugue um carro) esse mapa pode te ajudar bastante nos trechos de asfalto que ligam as cidades. Atenção que nele não tem informações de balsas para atravessar rios, nem lanchas para chegar em destinos como Atins ou Delta do Parnaíba.

Pode até parecer fácil fazer esse roteiro todo de carro, mas existem algumas logísticas que complicam um pouco, por exemplo, um dos passeios mais incríveis é cruzar o Delta do Parnaíba e assistir a Revoada dos Guarás. Esse passeio tem início em Parnaíba e finaliza em Tutóia (ou vice-versa). E aí? O que vai fazer com seu carro? Esse é só um dos muitos complicadores que podem existir no meio do caminho.

O Mapa da Rota das Emoções abaixo é totalmente interativo. Clicando nos itens do mapa abrirá uma caixa com mais informações sobre os destinos, incluindo fotos, rotas e mapas em 360º. Inclusive também é possível ver os principais aeroportos e as distâncias dos mesmos até os destinos desejados (Ex: o Aeroporto de Jijoca fica a 10km da vila de Jericoacoara).

Bom, divirta-se com super Mapa da Rota das Emoções. Deu um trabalhão fazê-lo, mas tenho certeza que será útil para muita gente que está pensando em como fazer a Rota das Emoções por conta própria.

Fonte: Google.com/Maps

Roteiro privativo e personalizado pela Rota das Emoções

Em um roteiro personalizado todas essas dores de cabeça que você leu acima podem ser evitadas. Não fazendo a Rota das Emoções por conta própria, você e sua família poderá aproveitar todo o potencial do roteiro e viver experiências únicas por todos os destinos que passarem. Você também pode participar de uma Expedição na Rota das Emoções comigo, se preferir, com toda a mordomia do mundo.

Se você ficou interessado em desenhar um roteiro personalizado pela Rota das Emoções, entre em contato comigo através desse formulário. Será um prazer criar um roteiro personalizado para você viver alguns dos melhores dias da sua vida nesses paraísos brasileiros.



Você também pode gostar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.